Post_13_04_17

Embora o comércio eletrônico esteja se tornando rapidamente a norma, a embalagem do produto e o design da embalagem do produto ainda importam, e muito!

Mesmo os consumidores recebendo itens via Internet, pelo correio ou comprando em uma loja de tijolo e argamassa, design de embalagens criativas podem fazer maravilhas para o seu negócio.

Um rótulo atraente ou um case útil e inteligente pode ajudá-lo a criar uma impressão de que os clientes não devem esquecer.

Aqui estão algumas maneiras de dominar o design de embalagens.

Seja sempre criativo

Pense sobre as embalagens que mais cativam você.

Muitas vezes são os rótulos ou embalagens mais criativo. Os chocolates sabor laranja que são feitos e embalados como as seções de uma laranja são um exemplo de projeto memorável de design de produto.

Da mesma forma, quase todo mundo pode reconhecer certas marcas – como Coca Cola ou Red Bull – apenas de olhar para a embalagem. E é isso que você está buscando. Um único tipo de embalagem que se destaca é uma das melhores maneiras de criar uma marca para a sua empresa.

 

Os consumidores nunca devem perguntar: “O que é isso?”

Existem algumas limitações nesta criatividade, no entanto. Pacotes ou rótulos nunca devem ser “muito criativos”.

Quando os pacotes cruzam a linha?

Se os clientes ou consumidores têm dificuldade em identificar o seu produto e/ou o para o que serve, você precisa reconsiderar o design.

 

Não se esqueça da função

Mais da metade dos clientes (61%) afirmam preferir produtos com designs personalizados. Não é tudo sobre ser único. Além de tornar as embalagens simples, também é fundamental projetar uma embalagem que atenda sua função, se necessário.

Hoje, lembre-se também de incluir as mídias sociais e informações do site da empresa em toda e qualquer embalagem.

Mantenha rótulos e embalagens tão criativos e atraentes quanto possível e que todas as funções necessárias sejam pensadas.

O estúdio Beezu pode ajudar você! Entre em contato com suas dúvidas, comentários e sugestões. Para conhecer nosso trabalho clique aqui.

Fonte: Catalpha

Sem comentários

Deixe um comentário